quarta-feira, 23 de maio de 2012

ATIVIDADE - 1º ano C - Manhã






http://2.bp.blogspot.com/-At95qVPfXaU/T1UUjiZ3smI/AAAAAAAAMGM/o52pziF08_0/s1600/02.jpg

Por que a Educação Física é importante na Escola?

22 comentários:

  1. A Educação Física tem dois objetivos primordiais que é a saúde preventiva e a sociabilização. Deve educar-se e gerar autonomia para o homem compreender e cuidar de seu corpo , em suas necessidades e potenciais bilológicos visando a saúde de forma preventiva ( saúde física e mental através da adoção de bons hábitos em seu cotidiano).No foco sociabilização tem como objeto a integração social, normas de conduta e civilidade além de moral e cívica.Todos esses dois objetivos primordiais devem ser enfocados , sempre, no contexto socio-cultural-econômico de cada região ou país.
    Na infância objetiva, biologicamente, primeiramente ajudar na fundamentação da coordenação motora global ( pular, andar ,caminhar, orientação espacial, equilíbrio, etc...Sugiro que vc leia o "Abordagem desenvolvimentista - Go Tani e na juventude deve continuar o trabalho de coordenação motora global para a de coordenação motora fina ( extremidades do corpo ex: dedos/toque no voleibol ).
    Socialmente falando , na infância, basicamente deve-se orientar a criança a sair de seu egocentrismo natural ( próprio da 1º infância ) ensinando a dividir seus brinquedos e interesses e trabalhar em pequenos grupos e na juventude a atividade física ajuda o adolescente em se crescimento físico e equílibrio emocional para sua inserção na sociedade e no mundo.
    nome:davi americo costa n:11 1c

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Educação Física é uma área do conhecimento que trabalha com o corpo e o movimento como parte da cultura humana. Nessa perspectiva cultural na qual a Educação Física escolar está inserida, não se deve associar seus benefícios apenas a questões fisiológicas dos seres humanos, mas também ao seu autoconhecimento corporal, melhora na auto-estima, no auto-conceito, entre outros. A Educação Física favorece aos alunos a compreensão de seu próprio corpo e de suas possibilidades, conhecendo e experimentando um número diversificado de atividades corporais para que os alunos futuramente possam escolher a atividade mais conveniente e prazerosa para auxiliar no seu desenvolvimento pessoal e na melhoria de sua qualidade de vida ao longo de suas vidas.

      O movimento é uma importante dimensão do desenvolvimento e da cultura humana. Antes mesmo de nascer o ser humano se movimenta e devido as suas experiências e influências do meio, adquire maior controle sobre seu próprio corpo e dessa forma vai se apropriando cada vez mais das possibilidades de interação com o mundo.

      De acordo com PAIM, (2007):

      “Ao movimentarem-se, as crianças expressam sentimentos, emoções e pensamento, ampliando as possibilidades do uso significativo de gestos e posturas corporais. O movimento humano, portanto, é mais do que um simples deslocamento do corpo no espaço: constitui-se em uma linguagem que permite às crianças agirem sobre o meio físico e atuarem sobre o ambiente humano, mobilizando as pessoas por meio de seu teor expressivo. Trabalhar com movimento contempla a multiplicidade de funções e manifestações do ato motor.”

      Dentre as produções da cultura vivenciadas pelo corpo humano ao longo de sua existência, algumas foram incorporadas pela Educação Física em seus conteúdos, como: o jogo, o esporte, a dança, a ginástica, a luta entre outras. Que apresenta em comum a representação corporal, com características lúdicas, de diversas culturas humanas; todos esses fatores favorecem o fortalecimento da cultura corporal humana.

      Já no que diz respeito às habilidades motoras na Educação Física, acrescenta-se que: “O trabalho as habilidades motoras e capacidades físicas deve estar contextualizado em situações significativas e não deve ser transformados em exercícios mecânicos e automatizados (PCN, 1997, p.62)”. Durante as aulas de Educação Física, o processo de ensino e aprendizagem deve dar oportunidade aos envolvidos para que façam a utilização de sua motricidade enquanto ação intencional, que é extremamente necessária e significativa durante a construção de conhecimento e é proporcionada pela integração sujeito-objeto.


      Atualmente, a área da Educação Física evoluiu de tal forma que abrange múltiplos conhecimentos produzidos e usufruídos pela sociedade em geral relacionados ao corpo e do movimento. Entre eles, se consideram fundamentais as atividades culturais de movimento com finalidades de lazer, expressão de sentimentos, afetos e emoções, e ainda com possibilidades de manutenção, promoção e recuperação da saúde. Kunz (2001), também acredita que a Educação Física deve desenvolver a Função Social e Política, e afirma que ela é inerente a toda a sua ação pedagógica, e que através dessa ação, sua especificidade prática poderá ser transformada em tarefas pedagógicas desejáveis.

      De acordo com Santin (1995), “Ninguém duvida de que o desenvolvimento humano consiste na realização e aperfeiçoamento de todas as capacidades do se humano (p.14)”, assim sendo, os professores de Educação Física devem motivar e incentivar os praticantes a descobrir seus limites e capacidades, a fim de que o potencial de cada aluno seja revelado e valorizado. Em face dessas reflexões o presente artigo tem como objetivo, verificar qual à visão que os professores de Educação Física da rede pública de Santa Maria têm sobre a importância da Educação Física Escolar.



      ANA CAROLINA RIBEIRO MARTINS. 1C MANHÃ

      Excluir
    2. a prática de atividade física é apontada como um dos fatores importantes para a prevenção, tratamento e cura de algumas doenças como diabetes, câncer de cólon e de útero, doenças do coração e outras.

      Tanto o atleta quanto os praticantes de atividade física necessitam de uma alimentação saudável, seja para atigir os objeticos estéticos ou de saúde esperados, seja para melhorar o desempenho e prevenir lesões e infecções que prejudicam a competição.

      É comum ouvir nas academias a preocupação em atingir o peso ideal, ganhar massa, ficar bombado. E por isso o foco está nos suplementos protéicos, caloricos ou nos termigênicos. Eles são muito importantes e podem ajudar muito se usados adequadamente. Mas também existem outros pontos que precisam ser lembrados para garantia de saúde, que são as vitaminas e minerais. alexsandro soares 3°anoB

      Excluir
  2. A Educação Física escolar como introdutora, construtora e transformadora da cultura corporal de movimento, pode desempenhar um papel importante na formação de cidadãos críticos e conscientes de seu papel na sociedade.

    Guilherme Trindade Pereira 1° ANO C

    ResponderExcluir
  3. educaçao fisica abrange tambem a pratica de esportes , se todas as escolas ,principalmente publicas fossem obrigadas a terem ginasios de esportes , o brasil nao teria uma participaçao tao pifia nas olimpiadas , e os jovens nao estariam entregues ao alcool e as demais drogas ilicitas .

    João Victor Ferreira Cabral 1ano Turma:C

    ResponderExcluir
  4. A Educação Física é uma área do conhecimento que trabalha com o corpo e o movimento como parte da cultura humana. Nessa perspectiva cultural na qual a Educação Física escolar está inserida, não se deve associar seus benefícios apenas a questões fisiológicas dos seres humanos, mas também ao seu autoconhecimento corporal, melhora na auto-estima, no auto-conceito, entre outros. A Educação Física favorece aos alunos a compreensão de seu próprio corpo e de suas possibilidades, conhecendo e experimentando um número diversificado de atividades corporais para que os alunos futuramente possam escolher a atividade mais conveniente e prazerosa para auxiliar no seu desenvolvimento pessoal e na melhoria de sua qualidade de vida ao longo de suas vidas.

    O movimento é uma importante dimensão do desenvolvimento e da cultura humana. Antes mesmo de nascer o ser humano se movimenta e devido as suas experiências e influências do meio, adquire maior controle sobre seu próprio corpo e dessa forma vai se apropriando cada vez mais das possibilidades de interação com o mundo.
    JEFFERSON BARBOSA 1 ANO C

    ResponderExcluir
  5. a educação fisica na escola e boa para desenvolver o codicionamento fisico e mental e conhecemos outros esportes.
    breno tomaz viana 1c manha

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente muitos professores ainda desperdiçam o tempo da aula, dando uma bola aos alunos para que eles joguem futebol, vôlei, enfim, ou o que acharem melhor. Há muitos profissionais que não se preocupam em motivar os alunos. Não planejam as aulas e não tem um objetivo ou finalidade pré-determinada da aula. A educação física não se resume a correr, brincar, jogar bola, fazer ginástica...

    A educação física deve sim, integrar o aluno na cultura corporal de movimento, mas de uma forma completa, transmitir conhecimentos sobre a saúde, sobre várias

    modalidades do mundo dos esportes e do fitness, adaptando o conteúdo das aulas à individualidade de cada aluno e a fase de desenvolvimento em que estes se encontram. É uma oportunidade de desenvolver as potencialidades de cada um, mas nunca de forma seletiva e sim, incluindo todos os alunos no programa.

    Os alunos não devem acreditar que a aula de educação física é apenas uma hora de lazer ou recreação, mas que é uma aula como as outras, cheia de conhecimentos que poderão trazer muitos benefícios se inseridos no cotidiano. Mas, para que estes benefícios sejam notados é essencial manter uma regularidade nas atividades e desta forma, a meu ver, a aula de educação física deveria ocorrer pelo menos 3x por semana.

    As aulas devem ser dinâmicas, estimulantes e interessantes. Os conteúdos precisam ter uma complexidade crescente a cada série acompanhando o desenvolvimento motor e cognitivo do aluno. Precisa existir uma relação teórica-prática na metodologia de ensino.

    O professor tem de inovar e diversificar, pois o campo de trabalho envolve muitas atividades que podem ser trabalhadas com os alunos como jogos, competições, dança, música, teatro, expressão corporal, práticas de aptidão física, jogos de mímica, gincanas, leituras de textos, trabalhos escritos e práticos, dinâmica em grupo, uso de tv, dvd, etc. O campo é muito amplo. Basta o professor ser responsável, ter seriedade e muita criatividade. Um trabalho bem feito deve estimular a longevidade com qualidade.

    David de lima brito 1c N12

    ResponderExcluir
  7. A Educação Física é uma área do conhecimento que trabalha com o corpo e o movimento como parte da cultura humana. Nessa perspectiva cultural na qual a Educação Física escolar está inserida, não se deve associar seus benefícios apenas a questões fisiológicas dos seres humanos, mas também ao seu autoconhecimento corporal, melhora na auto-estima, no auto-conceito, entre outros. A Educação Física favorece aos alunos a compreensão de seu próprio corpo e de suas possibilidades, conhecendo e experimentando um número diversificado de atividades corporais para que os alunos futuramente possam escolher a atividade mais conveniente e prazerosa para auxiliar no seu desenvolvimento pessoal e na melhoria de sua qualidade de vida ao longo de suas vidas.



    aluna:daianede sousa 1ºc porf:kleber

    ResponderExcluir
  8. A aula orientada na ação comunicativa tem um interesse didática no comunicação entre os alunos e professor, sobre o sentido do esporte, e, ao mesmo tempo, sobre os objetivos, conteúdos e formas de aula. Nesta aula o professor renuncia o monopólio do planejamento e será apenas um orientador do aluno. Com isso os alunos podem integrar suas idéias, necessidades e impressões na aula e discutidas com o professor. (STRAMAM, 2002,

    Uma pesquisa realizada em escola de Ensino Médio, investigou a concepção de Educação Física dos alunos, a aplicabilidade de seus conteúdos no cotidiano e qual o papel do professor enquanto educador. Os resultados indicam que os alunos encaram a Educação Física como uma disciplina sem relevância para manter-se dentro do currículo escolar, com conteúdos repetitivos e sem aplicabilidade no cotidiano, além de não motivar a prática permanente de exercícios fora da escola.

    A Educação Física é uma disciplina que busca desenvolver o individuo em sua totalidade, ou seja, seus aspectos motor, cognitivo e afetivo-social. Ela existe em todos os níveis escolares. Em cada um deles busca-se atingir diferentes objetivos através dos diversos conteúdos que devem ser trabalhados nesta disciplina. Para desenvolver um trabalho consciente, que busque desenvolver e atingir os objetivos na Educação Física, considero necessário que haja interesse por parte dos alunos em participar das atividades. Para isso, precisamos ouvir nossos educandos, buscando compreender suas necessidades, expectativas e a partir daí realizar um trabalho mais direcionado.





    NOME: SANDRO DA SILVA 1º C

    ResponderExcluir
  9. A educação física na escola ajuda a estimular os alunos à exercitarem-se.Visa oferecer ao aluno um melhor condicionamento físico, melhora seu metabolismo e não os tornam sedentários.Sabe-se que uma das maiores doenças dos dias atuais é o sedentarismo, que é a base para muitas outras doenças de ordem metabólica.
    Apesar de muitas escolas não darem muita atenção a disciplina, ela é de suma importância na formação de crianças, adolescente e adultos comprometidos com o bem estar fisíco e mental.



    Bruna Luiza 1º Ano - C

    ResponderExcluir
  10. Aluna(o):Ana Caroline
    Prof:Kleber
    Tuma: 1º c







    A Prática da Educação Física Escolar

    A Educação Física é uma disciplina que trata, na escola, de uma área do conhecimento, que pode ser denominada de cultura corporal. As formas ou atividades podem ser: jogos, esporte, ginástica, dança ou outras, que constituirão seu conteúdo.

    O jogo é uma invenção do Homem, um ato em que sua intencionalidade e curiosidade resultam num processo criativo para modificar, imaginariamente, a realidade e o presente.

    O esporte como prática social que institucionaliza temas lúdicos da cultura corporal, se projeta na dimensão complexa de fenômeno que envolve códigos, sentidos e significados da sociedade que o cria e pratica.

    O futebol pode ser visto sob os seguintes aspectos:

    - Enquanto jogo com suas normas;
    - Enquanto espetáculo esportivo;
    - Enquanto mercado de trabalho;
    - Enquanto jogo popularmente praticado;
    - Enquanto fenômeno cultural que inebria milhões e milhões de pessoas em todo mundo e em especial no Brasil.

    O atletismo inclui as práticas de correr, saltar e arremessar ou lançar. Os significados e seus fundamentos encontram-se na solução que deve ser dada ao problema de maximizar a velocidade (correr), desprende-se da ação da gravidade (saltar) e jogar distante (arremessar).

    O voleibol tem por objetivo evitar que a bola caia no próprio campo de jogo, fazendo-a cair no campo da adversário por cima da rede. O fundamentos são: saque, manchete (recepção), toque (levantamento), cortada (ataque) e bloqueio.

    O basquetebol tem por objetivo atingir a cesta, que é defendido pelo adversário, utilizando somente as mão para manejá-la. O fundamentos são: passe, recepção, drible e arremesso.

    A capoeira encerra em seus movimentos a luta de emancipação do negro do Brasil escravocrata. Em seu conjunto de gestos e fundamentos a capoeira expressa de forma explícita , a “voz” do oprimido na sua relação com o opressor.

    A ginástica se entende com uma forma particular de exercitação onde, com ou sem uso de aparelhos, abre-se a possibilidade de atividades que provocam valiosas experiências corporais,, enriquecedora da cultural corporal das crianças, em particular do homem em geral. Os fundamentos são: saltar, equilibrar, rolar ou girar, trepar e balançar ou embalar. Em nível de desporto de rendimento temos a ginástica artística e ginástica rítmica.

    A dança pode ser considerada como uma linguagem social que permite a transmissão de sentimentos, emoções da afetividade vivida na esfera da religiosidade, do trabalho, dos costumes, hábitos, da saúde, da guerra e etc.

    Todos os esportes devem ser adaptados às características e as necessidade de cada faixa etária.

    ResponderExcluir
  11. A Educação Física é uma área do conhecimento que trabalha com o corpo e o movimento como parte da cultura humana. Nessa perspectiva cultural na qual a Educação Física escolar está inserida, não se deve associar seus benefícios apenas a questões fisiológicas dos seres humanos, mas também ao seu autoconhecimento corporal, melhora na auto-estima, no auto-conceito, entre outros. A Educação Física favorece aos alunos a compreensão de seu próprio corpo e de suas possibilidades, conhecendo e experimentando um número diversificado de atividades corporais para que os alunos futuramente possam escolher a atividade mais conveniente e prazerosa para auxiliar no seu desenvolvimento pessoal e na melhoria de sua qualidade de vida ao longo de suas vidas.

    O movimento é uma importante dimensão do desenvolvimento e da cultura humana. Antes mesmo de nascer o ser humano se movimenta e devido as suas experiências e influências do meio, adquire maior controle sobre seu próprio corpo e dessa forma vai se apropriando cada vez mais das possibilidades de interação com o mundo.

    De acordo com PAIM, (2007):

    “Ao movimentarem-se, as crianças expressam sentimentos, emoções e pensamento, ampliando as possibilidades do uso significativo de gestos e posturas corporais. O movimento humano, portanto, é mais do que um simples deslocamento do corpo no espaço: constitui-se em uma linguagem que permite às crianças agirem sobre o meio físico e atuarem sobre o ambiente humano, mobilizando as pessoas por meio de seu teor expressivo. Trabalhar com movimento contempla a multiplicidade de funções e manifestações do ato motor.”

    Dentre as produções da cultura vivenciadas pelo corpo humano ao longo de sua existência, algumas foram incorporadas pela Educação Física em seus conteúdos, como: o jogo, o esporte, a dança, a ginástica, a luta entre outras. Que apresenta em comum a representação corporal, com características lúdicas, de diversas culturas humanas; todos esses fatores favorecem o fortalecimento da cultura corporal humana.

    Já no que diz respeito às habilidades motoras na Educação Física, acrescenta-se que: “O trabalho as habilidades motoras e capacidades físicas deve estar contextualizado em situações significativas e não deve ser transformados em exercícios mecânicos e automatizados (PCN, 1997, p.62)”. Durante as aulas de Educação Física, o processo de ensino e aprendizagem deve dar oportunidade aos envolvidos para que façam a utilização de sua motricidade enquanto ação intencional, que é extremamente necessária e significativa durante a construção de conhecimento e é proporcionada pela integração sujeito-objeto.

    As aulas devem proporcionar ao aluno a aprendizadgem por meio da abstração reflexiva, ou seja, deve-se dar a ele a oportunidade para ira além da inteligência prática sobre e por meio desse conteúdo, considerando-o como um conhecimento socialmente construído e historicamente contextualizado. Pois, para que os objetivos das aulas sejam alcançados é necessário que as crianças sejam desafiadas a solucionar problemas ou enfrentar situações que necessitem de formas de pensar diferentes daquelas usadas até então. Uma aprendizagem significativa exige, além da interlocução e da experimentação do movimento do corpo no espaço e da utilização das estruturas mentais para relacionar os estímulos recebidos formando conceitos claros.

    Atualmente, a área da Educação Física evoluiu de tal forma que abrange múltiplos conhecimentos produzidos e usufruídos pela sociedade em geral


    nome:francisco de assis de freitas
    nome:karine santos
    1:c

    ResponderExcluir
  12. Para tara com a saúde fortalecida contra vários tipos de doenças
    fazer qual quer atividade física e sempre bom para saúde vc se sente mas flexível sempre com bom humor, caso não faça nenhum exercício físico vai ficar sedentário gordo pelo acumulo de gordura em q possa distribuir para o corpo causando entupimento no sangue levando ataque cardíaco
    Luis Henrrique 1°C

    ResponderExcluir
  13. Para tara com a saúde fortalecida contra vários tipos de doenças
    fazer qual quer atividade física e sempre bom para saúde vc se sente mas flexível sempre com bom humor, caso não faça nenhum exercício físico vai ficar sedentário gordo pelo acumulo de gordura em q possa distribuir para o corpo causando entupimento no sangue levando ataque cardíaco
    luis henrique 1c

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Nome: Adalcleiton do Nascimento sousa
    Turma: 3 Ano B
    Turno: Manha

    01) Onde é localizado o estadio olímpico de londrés?
    R- Parque Olímpico

    02)Qual foi o fator crucial para a escolha das olimpíadas de Londres?
    R-transporte público.Mas,ele precisava de melhorias urgentes

    03) Quem são Wenlock e Mandeville?
    R-São os mascotes que estarão sempre presente nos jogos olímpicos 2012

    04) Quem são os financiadores dos jogos olímpicos de 2012?
    R-Lloyds TSB, EDF Energy, BT,British Airways, BP, Nortel,Adidas e uma parceria com o Youtube.

    05) Quantos esportes e disciplinas irão está presente na olimpíada?
    R-26 esportes num total de 39 disciplinas

    ResponderExcluir
  16. 1)Onde será sediada as olimpiadas 2012?
    em Londres.

    2)Como se chamam os mascotes das olimpiadas?
    se chamam Wenlock e Mandeville.( São duas gotas de aço feitas em animação de cartoon.)

    3)Como serão as medalhas das olimpiadas?
    serão confeccionadas pela empresa Royal Mint (situada no sul de Gales). Serão produzidas 4.700 medalhas que terão como designer um artista britânico.

    4)A tocha olimpica passara pelas mãos de quantas pessoas e em quantos dias?
    Ela passará pelas mãos de 8.000 pessoas, durante 70 dias antes do evento.
    cerca de 10.500 atletas de 192 países e 13 territórios
    .
    5)Qual será o trajeto da tocha olimpica?
    sairá da Grécia em 18 de maio e chegará em Londres no dia 21 de julho de 2012.Antes da cerimônia de abertura, a tocha olímpica será conduzida por sete dias dentro da cidade de Londres.

    6)Quais serão as sedes das competições?
    Parque Olímpico (Zona Olímpica) ,Zona do Rio (Zona Fluvial) e Zona Central

    7)O que um atleta tem que fazer para participar das olimpiadas?
    tem que ser aprovado pelo Comitê Olímpico de seu país e também pelo COI (Comitê Olímpico Internacional). Deve também participar de competições oficiais classificatórias (torneios pré-olímpicos).

    8)Quantos atletas participarão das olimpiadas?
    cerca de 10.500 atletas de 192 países e 13 territórios.

    Nomes:Francisca Karine n°11 série: 3 turma: B
    Maria Neiliane n°20
    prof.:kleber

    ResponderExcluir
  17. Nascido no bairro paulistano do Brás, Charles Miller viajou para Inglaterra aos nove anos de idade para estudar. Lá tomou contato com o futebol e, ao retornar ao Brasil em 1894, trouxe na bagagem a primeira bola de futebol e um conjunto de regras. Podemos considerar Charles Miller como sendo o precursor do futebol no Brasil.

    O primeiro jogo de futebol no Brasil foi realizados em 15 de abril de 1895 entre funcionários de empresas inglesas que atuavam em São Paulo. Os funcionários também eram de origem inglesa. Este jogo foi entre FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE GÁS X CIA. FERROVIARIA SÃO PAULO RAILWAY.

    O primeiro time a se formar no Brasil foi o SÃO PAULO ATHLETIC, fundado em 13 de maio de 1888.

    No início, o futebol era praticado apenas por pessoas da elite, sendo vedada a participação de negros em times de futebol.

    Em 1950, a Copa do Mundo foi realizada no Brasil, sendo que a seleção brasileira perdeu o título, em pleno Maracanã, para a seleção Uruguaia (Uruguai 2 x Brasil 1). Em 2014, a Copa do Mundo de Futebol será realizada novamente no Brasil.

    O futebol tornou-se tão popular graças a seu jeito simples de jogar. Basta uma bola, equipes de jogadores e as traves, para que, em qualquer espaço, crianças e adultos possam se divertir com o futebol. Na rua, na escola, no clube, no campinho do bairro ou até mesmo no quintal de casa, desde cedo jovens de vários cantos do mundo começam a praticar o futebol.

    De acordo com algumas pesquisas, o futebol tem suas primeiras manifestações na China, por volta de 2500 a.C. De acordo com essa corrente, os soldados se divertiam com o crânio de seus inimigos decapitados em um animado jogo. Em contrapartida, outros estudiosos atribuem a invenção do futebol à civilização maia. Divididos em duas coletividades, os times deveriam acertar um aro fixo. A disputa era tão intensa que o líder do time derrotado era punido com a morte.

    Paulo Ricardo
    2 Ano (C)
    n- 31

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Introdução

      O futebol é um dos esportes mais populares no mundo. Praticado em centenas de países, este esporte desperta tanto interesse em função de sua forma de disputa atraente.

      Origem do futebol

      Embora não se tenha muita certeza sobre os primórdios do futebol, historiadores descobriram vestígios dos jogos de bola em várias culturas antigas. Estes jogos de bola ainda não eram o futebol, pois não havia a definição de regras como há hoje, porém demonstram o interesse do homem por este tipo de esporte desde os tempos antigos.

      O futebol tornou-se tão popular graças a seu jeito simples de jogar. Basta uma bola, equipes de jogadores e as traves, para que, em qualquer espaço, crianças e adultos possam se divertir com o futebol. Na rua, na escola, no clube, no campinho do bairro ou até mesmo no quintal de casa, desde cedo jovens de vários cantos do mundo começam a praticar o futebol.

      O futebol na Idade Média
      Há relatos de um esporte muito parecido com o futebol, embora usava-se muito a violência. O Soule ou Harpastum era praticado na Idade Média por militares que dividiam-se em duas equipes : atacantes e defensores. Era permitido usar socos, pontapés, rasteiras e outros golpes violentos. Há relatos que mostram a morte de alguns jogadores durante a partida. Cada equipe era formada por 27 jogadores, onde grupos tinham funções diferentes no time: corredores, dianteiros, sacadores e guarda-redes.

      Na Itália Medieval apareceu um jogo denominado gioco del calcio. Era praticado em praças e os 27 jogadores de cada equipe deveriam levar a bola até os dois postes que ficavam nos dois cantos extremos da praça. A violência era muito comum, pois os participantes levavam para campo seus problemas causados, principalmente por questões sociais típicas da época medieval.
      O barulho, a desorganização e a violência eram tão grandes que o rei Eduardo II teve que decretar uma lei proibindo a prática do jogo, condenando a prisão os praticantes. Porém, o jogo não terminou, pois integrantes da nobreza criaram um nova versão dele com regras que não permitiam a violência. Nesta nova versão, cerca de doze juízes deveriam fazer cumprir as regras do jogo.

      História do Futebol no Brasil

      Nascido no bairro paulistano do Brás, Charles Miller viajou para Inglaterra aos nove anos de idade para estudar. Lá tomou contato com o futebol e, ao retornar ao Brasil em 1894, trouxe na bagagem a primeira bola de futebol e um conjunto de regras. Podemos considerar Charles Miller como sendo o precursor do futebol no Brasil.

      O primeiro jogo de futebol no Brasil foi realizados em 15 de abril de 1895 entre funcionários de empresas inglesas que atuavam em São Paulo. Os funcionários também eram de origem inglesa. Este jogo foi entre FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE GÁS X CIA. FERROVIARIA SÃO PAULO RAILWAY.

      O primeiro time a se formar no Brasil foi o SÃO PAULO ATHLETIC, fundado em 13 de maio de 1888.

      No início, o futebol era praticado apenas por pessoas da elite, sendo vedada a participação de negros em times de futebol.

      Em 1950, a Copa do Mundo foi realizada no Brasil, sendo que a seleção brasileira perdeu o título, em pleno Maracanã, para a seleção Uruguaia (Uruguai 2 x Brasil 1). Em 2014, a Copa do Mundo de Futebol será realizada novamente no Brasil.
      GEAN BENICIO LIMA N 20 2C

      Excluir
  18. Futebol PopularO futebol é um dos esportes mais populares no mundo. Praticado em centenas de países, este esporte desperta tanto interesse em função de sua forma de disputa atraente. Embora não se tenha muita certeza sobre os primórdios do futebol, historiadores descobriram vestígios dos jogos de bola em várias culturas antigas. Estes jogos de bola ainda não eram o futebol, pois não havia a definição de regras como há hoje, porém demonstram o interesse do homem por este tipo de esporte desde os tempos antigos.

    O futebol tornou-se tão popular graças a seu jeito simples de jogar. Basta uma bola, equipes de jogadores e as traves, para que, em qualquer espaço, crianças e adultos possam se divertir com o futebol. Na rua, na escola, no clube, no campinho do bairro ou até mesmo no quintal de casa, desde cedo jovens de vários cantos do mundo começam a praticar o futebol.
    Há relatos de um esporte muito parecido com o futebol, embora usava-se muito a violência. O Soule ou Harpastum era praticado na Idade Média por militares que dividiam-se em duas equipes : atacantes e defensores. Era permitido usar socos, pontapés, rasteiras e outros golpes violentos. Há relatos que mostram a morte de alguns jogadores durante a partida. Cada equipe era formada por 27 jogadores, onde grupos tinham funções diferentes no time: corredores, dianteiros, sacadores e guarda-redes.

    Na Itália Medieval apareceu um jogo denominado gioco del calcio. Era praticado em praças e os 27 jogadores de cada equipe deveriam levar a bola até os dois postes que ficavam nos dois cantos extremos da praça. A violência era muito comum, pois os participantes levavam para campo seus problemas causados, principalmente por questões sociais típicas da época medieval. O barulho, a desorganização e a violência eram tão grandes que o rei Eduardo II teve que decretar uma lei proibindo a prática do jogo, condenando a prisão os praticantes. Porém, o jogo não terminou, pois integrantes da nobreza criaram um nova versão dele com regras que não permitiam a violência. Nesta nova versão, cerca de doze juízes deveriam fazer cumprir as regras do jogo.
    ERILANDIO PAZ DE OLIVEIRA N 15 2C MANHÃ
    FOI MALL KLEBER O MORAL E MEU..........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Futebol PopularO futebol é um dos esportes mais populares no mundo. Praticado em centenas de países, este esporte desperta tanto interesse em função de sua forma de disputa atraente. Embora não se tenha muita certeza sobre os primórdios do futebol, historiadores descobriram vestígios dos jogos de bola em várias culturas antigas. Estes jogos de bola ainda não eram o futebol, pois não havia a definição de regras como há hoje, porém demonstram o interesse do homem por este tipo de esporte desde os tempos antigos.

      O futebol tornou-se tão popular graças a seu jeito simples de jogar. Basta uma bola, equipes de jogadores e as traves, para que, em qualquer espaço, crianças e adultos possam se divertir com o futebol. Na rua, na escola, no clube, no campinho do bairro ou até mesmo no quintal de casa, desde cedo jovens de vários cantos do mundo começam a praticar o futebol.
      Há relatos de um esporte muito parecido com o futebol, embora usava-se muito a violência. O Soule ou Harpastum era praticado na Idade Média por militares que dividiam-se em duas equipes : atacantes e defensores. Era permitido usar socos, pontapés, rasteiras e outros golpes violentos. Há relatos que mostram a morte de alguns jogadores durante a partida. Cada equipe era formada por 27 jogadores, onde grupos tinham funções diferentes no time: corredores, dianteiros, sacadores e guarda-redes.

      Na Itália Medieval apareceu um jogo denominado gioco del calcio. Era praticado em praças e os 27 jogadores de cada equipe deveriam levar a bola até os dois postes que ficavam nos dois cantos extremos da praça. A violência era muito comum, pois os participantes levavam para campo seus problemas causados, principalmente por questões sociais típicas da época medieval. O barulho, a desorganização e a violência eram tão grandes que o rei Eduardo II teve que decretar uma lei proibindo a prática do jogo, condenando a prisão os praticantes. Porém, o jogo não terminou, pois integrantes da nobreza criaram um nova versão dele com regras que não permitiam a violência. Nesta nova versão, cerca de doze juízes deveriam fazer cumprir as regras do jogo.
      Amanda Silva de Assis 3°A MANHA

      Excluir